Armas para os idiotas

          Um “pequeno grande” número de brasileiros, dignos de vez e voz, estão fazendo um enorme barulho nas redes sociais, inconformados com o estatuto do desarmamento. Uma parte quer a liberação descontrolada do comércio e uso de arma fogo no país. Por outro lado, tem um grupo, bem limitado, que busca uma liberação e livre acesso, porém de forma controlada, com registro, porte, direito de andar armado, ter arma em casa… e por aí seguem os argumentos.

         O grupo que apoia a liberação descontrolada do uso e posse de armas de fogo não sabe ou não quer saber que está engrossando o coro a favor de mais uma lei que, caso a venha a ser criada, vai beneficiar apenas uma pequena minoria da população brasileira.  O uso indiscriminado de arma de fogo é algo fora de cogitação. Já a criação de uma lei  que venha a facilitar o uso controlado da venda, porte e posse de arma de fogo é uma realidade possível, uma vez que a escalada da violência no país não cessa.

         Exemplo disso temos a bandidagem se espalhando pelo Brasil. Enquanto no Rio de Janeiro o crime da vez é matar policiais, que, mesmo servindo ao Estado e a sociedade, não recebem proteção e nem tampouco reconhecimento da população, trabalhando em situações precárias, com veículos que sequer possuem blindagem, além das armas serem ultrapassadas frente ao “poderio de fogo”  do crime organizado.

             A pergunta é: armas para quem? Por definição direta, podemos concluir o quão idiota é pensar em liberação de armas sem nenhum controle. Por outro lado, liberando de forma controlada a venda e uso de arma de fogo, estaremos armando uma pequena minoria que já possui proteção particular e armada, uma vez que usar uma arma de fogo que seja capaz de autodefesa custa mais de 15 mil reais, entre a compra de uma boa arma, curso preparatório e demais burocracia a ser cumprida. Quanto aos brasileiros trabalhadores, estes poderão andar armados dentro desse contexto? Quantos aos criminosos, estes continuarão a ter acesso a arma de fogo? 

             Caso isso venha a ocorrer, teremos, por analogia,  um truste no uso de arma de fogo; a polícia para nos defender com armas obsoletas, uma pequena classe social que, além da proteção armada que dispõe, poderá também adquirir armas de grosso calibre e, por fim, a bandidagem, que encontrará na lei uma oportunidade de legalizar o verdadeiro arsenal que já possui em mãos. 

              Um país que pouco acredita no poder transformador da Educação não pode se julgar preparado para armar sua população. Poderíamos sim, repensar nossos valores e defender uma policia mais estruturada, começando com o uso de armamentos pesados no combate ao crime. Caso contrário, o país segue no movimento “ARMAS PARA OS IDIOTAS”. O maior poder transformador de uma sociedade, principalmente no quesito segurança, concentra-se na EDUCAÇÃO.

Bloco OS BESOUROS ressurge e agita o JARDIM BRASÍLIA

             

              Deixando de lado todas as dificuldades impostas por políticos corruptos, a velha guarda do Bairro Jardim Brasilia, em Santa Inês-MA, realizará, no dia 3 de fevereiro, a  1ª prévia de carnaval do bloco OS BESOUROS. Isso mesmo, após mais de 2 décadas adormecido, OS BESOUROS acordaram e prometem não transmitir nenhum vírus, pelo contrário, OS BESOUROS vêm com uma proposta de Invadir BRASÍLIA e pulverizar toda a corja de CORRUPTOS que surge lá e se prolifera por todo o país.

              Os amigos da velha guarda  convidam toda a população do Jardim Brasilia a Participar desse momento, que vai resgatar a história do nosso bairro e começar uma nova releitura da atual e futuras gerações. O embalo será por conta do “paredão de som” e 10 caixas de cervejas liberadas. Compre já seu Abadá pelo preço de R$ 25 reais. Para maiores informações entre  em contato Bilu ( whatsapp 982459920) ou Maxwell. 

 

Santa Inês, educação na UTI!

Alunos assistem aulas sentados no chão na Escola Maria Martins Bringel

        O barco continua a deriva. O casal de prefeitos de Santa Inês continua perdido, quando o assunto é trabalhar para a cidade. Eles tentam ganhar fama com a aplicação de um asfalto sonrisal. Diga-se de passagem, asfalto que não se sabe bem a origem e o responsável de fato pela verba usada. Se é do governo estadual, agradecemos, pois mostra, finalmente, uma ação do governo em Santa Inês; se é da prefeitura, também agradecemos, mas lembramos que é obrigação do casal trabalhar pela cidade.

       Inclusive, é bom lembrar a prefeita de que o dinheiro que ela administra é resultado de impostos e tributos que a população paga. Aliás, é bom reforçar para a prefeita internauta que, se ela pesquisar na internet, vai descobrir que o Brasil é um dos lideres mundiais em cobrança de impostos, ao contrário do que ela descarrega nas redes sociais, dizendo que o povo brasileiro não gosta de pagar impostos. “Ah, se ela soubesse” que a fortuna de políticos ladrões é resultado da roubalheira de dinheiro público que vem do pagamento de impostos…

       Falando em impostos, quero também lembrar ao casal de prefeitos, Vianey e Roberth Bringel, que o dinheiro da educação é para ser usado com a educação. Por falar nisso, e a secretaria de educação Maria do Carmo, o que anda fazendo???  Faço essa indagação porque estamos recebendo muitas reclamações.

ESCOLA MARIA MARTINS BRINGEL

       Nas últimas duas semanas recebemos denúncias de várias escolas, partindo de professores, alunos e pais de alunos. Hoje vamos começar pela escola Maria Martins Bringel, que está num total abandono. Alunos sentados em cadeiras quebradas, em tijolos e até no chão, seguido de infraestrutura em péssimas condições. As fotos mostram a realidade, faça você sua própria leitura.

Agora vamos aguardar a prefeita dizer que não tem dinheiro para a educação. Seria muita falta de respeito do casal Bringel afirmar que não tem dinheiro para  educação, afinal eles tem um sobrinho deputado federal e todos são aliados de Temer. Inclusive, defendem a permanência do presidente mais impopular da história do Brasil. Também são aliados do governador e de muitos deputados estaduais, mas parece que, mesmo assim, nada acontece. Veja mais fotos da escola Maria Martins Bringel.

Escola Maria Martins Bringel

Estado de abandono da Escola Maria Martins Bringel

Estudante de Santa Inês se dedica aos estudos

 

Tanilson estudando

       Ex-aluno do IFMA de  Santa Inês,  Francisco Tanilson da Silva, aprovado em vários Enem e Vestibulares, está se preparando a todo vapor para mais um ENEM. Em todas as vezes que foi aprovado, o jovem estudante não teve condições de sair da cidade de Santa Inês/MA para realizar o sonho de cursar uma universidade.

     Este ano Tanilson acredita que, por mais uma vez, vai ser aprovado, dessa vez para o curso de Direito, na UFMA, sonho que alimenta desde os tempos de garoto. Para atingir seu objetivo, Tanilson se dedica quase que em tempo integral aos estudos, até mesmo no Dia de Finados. Em plena uma visita a um ente querido, no cemitério, lá está o rapaz com sua mochila nas costas e com seus grandes amores – OS LIVROS.

        Tanilson mostra para os jovens que o mundo das drogas e criminalidades é uma opção e não um caminho obrigatoriamente a ser seguido. Mesmo com todas as dificuldades, ele trabalha, faz trabalhos voluntários, ajuda a família e encontra tempo para se dedicar ao próprio futuro, estudando e estudando. Tanilson concorre a um concurso de fotografias que vai revelar a realidade de estudantes que não param de estudar em busca do sonho de passar no ENEM. Vamos ajudar Tanilson nessa corrente do Bem, para votar nessa foto de Tanilson acesse o link:

http://woobox.com/kxmhq9/gallery/XKZ8Rdoneqo

 

 

Jovem maranhense desponta como revelação nacional

Glenda Porto conquistou títulos nacionais

Dona de multitalentos, Glenda Porto é uma jovem maranhense, atualmente com 14 anos, que concilia os estudos a uma rotina intensa, da qual vem colhendo bons frutos e já desponta como revelação nacional. Ela já conquistou os títulos de Miss Maranhão Simpatia 2015, Miss Brasil Elegância 2016, Miss Brasil Fashionista Beleza Internacional 2017, além de ser modelo profissional.

Destaco Glenda Porto não apenas pelo títulos conquistados,  mas especialmente pelo que poucas pessoas sabem: a determinação desta jovem em representar o Maranhão, conciliando sua beleza à fé, educação, elegância, inteligência, disciplina, cultura e solidariedade. Glenda Porto tem um ritmo frenético de atividades com as quais se identifica, incluindo curso de interpretação para TV e cinema, teatro, inglês, libras e música. Apaixonada pela cultura maranhense, ela também é uma das dançarinas do Boi de Axixá.

Criatividade e consciência também integram a rotina de Glenda Porto. Usando roupas recicladas, com o uso de saco de fibra na composição, ela participou da exposição de materiais reciclados do projeto Ecodesing, evento realizado no Centro de Convenções Odilo Costa Filho.

Desfile com roupas de matérias recicláveis

Além dos trabalhos publicitários, Glenda Porto ainda dedica tempo a atividades sociais, com participação em desfiles solidários e campanhas beneficentes, além de ministrar palestras para compartilhar suas experiências e transmitir instruções de passarela.

Nascida em São Luís, e “cantanhedense de coração”, Glenda Porto é filha da professora Maria das Dores e do Subtenente da PM Porto. Para conciliar os estudos com tantas atividades, ela conta com o total apoio  da família, amigos e parceiros.

Cheia de sonhos e determinação, Glenda Porto vai à luta e merece o apoio de todos os maranhenses, pois ela tem orgulho da sua origem, especialmente a cidade de Cantanhede-MA. Boa sorte, Glenda!