Casal de Prefeitos de Santa Inês tenta inaugurar a 1ª Obra em 1 ano de desgoverno

Ligaram o interruptor errado

      Parece piada de Joãozinho, mas é pura realidade, passado exato um ano que o casal Bringel assumiu a Prefeitura de Santa Inês, eles tentaram inaugurar sua primeira grande obra – a Iluminação Natalina. Pois não é que deu meia boca e só a iluminação da prefeitura e parte da praça da matriz funcionou. Já a árvore de natal das laranjeiras ficou iluminada por algum tempo e logo apagaram-se as luzes da bendita árvore; foi um corre-corre danado e até agora nada de acenderem as luzes.

        Essa situação me fez lembrar a inauguração do novo sistema Italuís, foi água para todo lado, menos para as torneiras da capital. Aqui em Santa Inês o casal não teve capacidade de inaugurar sequer uma iluminação natalina. Agora vamos aguardar que logo eles aparecerão com a turma da ração, pousando de casal papai noel. Se Santa Inês tivesse um Prefeito de verdade, tudo seria diferente. Há tempos que irão voltar…… e breve. 

#quemtemmedocalaquemcalaconsente

 

Fora Vianey Bringel, chega de humilhar nossa gente.

       É com imensa vergonha e decepção que venho a público defender a saída da atual prefeita de Santa Inês do cargo. A senhora prefeita e seu esposo Roberth Bringel nos enganaram. Falo isso com sentimento próprio de quem foi traído e enganado por esse casal. Me recordo do período pré-eleitoral e eleitoral do ano passado, período no qual o casal prometia cuidar bem das pessoas e da cidade. Afirmavam com propriedade que eram pessoas de palavra, que o trabalho e a honestidade seriam suas marcas nessa nova gestão, nessa nova oportunidade que a cidade estava lhes dando.

        Porém, depois de eleitos, o que estamos presenciando é o maior abuso de poder que Santa Inês já suportou. Eles não respeitam ninguém; acham que o dinheiro pode comprar todos. Mas o casal está enganado, pois não pode comprar todos, pois ainda existem pessoas de bem.

          Estamos encerrando o primeiro ano de gestão e a atual administração de Santa Inês está paralisada, só tem dinheiro para o que a eles interessa, principalmente quando é para eles próprios se beneficiarem do dinheiro público. Uma prova? Basta conferir os valores de diárias recebidas (estou preparando uma matéria com informações  sobre esse assunto). Outro ponto em questão é o tal do asfalto. O casal de prefeitos está se beneficiando do asfalto doado pelo governo do estado. 

FALTA ÁGUA NO JARDIM BRASÍLIA E EM VÁRIOS BAIRROS DA CIDADE 

      No último período eleitoral, eu, pessoalmente, fiz um abaixo assinado no bairro do Jardim Brasilia, bairro aonde cresci e tenho minha história de vida. Com esse abaixo assinado em mãos, confiante, entreguei ao casal de prefeitos, no dia do comício, em cima do palanque. Em resposta, a prefeita prometeu resolver o problema da falta de água no bairro. Palavra que virou Promessa de campanha. Estamos ao fim do ano e o que vejo são pessoas passando necessidade por falta da tão prometida e necessária água.

        É uma vergonha para o casal de prefeitos, que ainda tem um sobrinho deputado federal, Juscelino filho, bem como todo o seu grupo politico é aliado do governo estadual e do presidente Temer. Mesmo com tanta influência não tem a capacidade de resolver um problema tão simples, pois bastaria um poço artesiano para sanar esse problema. Duvido se na fazenda deles falta água para a imensa quantidade de bois. É isso mesmo! Eles não deixam faltar água para seus bois, mas deixam faltar para nossa população.

      Um ponto a ser lembrado é que, há mais de 15 anos, o prefeito Cabral, sem apoio do governo do estado, sem apoio do presidente da república, sem nenhum deputado estadual ou federal aliado, ele, unicamente gestor municipal (o melhor e verdadeiro prefeito que Santa Inês já teve ), construiu um sistema de abastecimento de água municipal com fornecimento gratuito para a população. Mas hoje, na contramão dessa postura, o casal Bringel, com um sobrinho deputado federal, mais aliados do governador Flávio Dino e do presidente Temer, todos juntos, não conseguem levar água satisfatoriamente para a população de Santa Inês.

        Nesse momento deixo meu repúdio e me uno à população do Jardim Brasilia para fazer ecoar o pedido “Fora, casal Bringel!”. Eles não são dignos da confiança que depositamos, representam o lado podre de pessoas que usam a politica para mentir, trair e não honram com a palavra dada. No próximo ano tem eleição,  eles estarão de casa em casa pedindo votos ao sobrinho e ainda alegando que trabalham pela cidade. Deixo duas perguntas: o que eles estão fazendo na cidade, além de asfaltar? E esse asfalto é do município ou do governo do estado?

Quem tem medo cala, quem cala consente.

Imoral X Amoral = Corrupto

         A cada dia que passa o Brasil da corrupção mostra uma nova cara. Usar sinônimos brandos para descrever a classe de governantes atuais  do país significa mergulhar num mar de lama. Podemos simplesmente qualificar os que não prestam como LADRÕES, mas ainda é pouco, pois acreditamos que está por vir um termo que melhor se aplique aos atuais canalhas que governam nosso país ( nem todos, salvamos poucos).

               É provável que estejamos no pior momento da nossa história. O cidadão que deveria ser uma pessoa comum (seja dito que ser comum hoje no Brasil é o mesmo que dizer Bom Caráter) está se perdendo no meio do caminho. Pois é, esse “cidadão comum” recusa a simplicidade  e prefere fazer o imoral, porque ele conhece meia duzia de políticos ladrões.

            A bem dos fatos, o “cidadão comum” sequer considera esses políticos como LADRÕES, prefere chamá-los de imorais ou amorais. Procurar palavras menos ofensivas em razão do status socialé o sangue corrupto circulando nas veias, contaminando. Quando ele os chama de amoral ou imoral, está se referindo a expressões estratégicas que o próprio politico usa, dentro da legalidade, para ajustar um esquema de desvio de verbas para seus familiares e aliados; algo tipo diárias, contratos, licitações, alugueis…

       Essa tal amoralidade ou imoralidade esconde a face bandida de elementos que resolveram comprar um mandato eleitoral para praticar atos corruptos , imorais e amorais. Roubo mesmo.

Santa Inês, educação na UTI!

Alunos assistem aulas sentados no chão na Escola Maria Martins Bringel

        O barco continua a deriva. O casal de prefeitos de Santa Inês continua perdido, quando o assunto é trabalhar para a cidade. Eles tentam ganhar fama com a aplicação de um asfalto sonrisal. Diga-se de passagem, asfalto que não se sabe bem a origem e o responsável de fato pela verba usada. Se é do governo estadual, agradecemos, pois mostra, finalmente, uma ação do governo em Santa Inês; se é da prefeitura, também agradecemos, mas lembramos que é obrigação do casal trabalhar pela cidade.

       Inclusive, é bom lembrar a prefeita de que o dinheiro que ela administra é resultado de impostos e tributos que a população paga. Aliás, é bom reforçar para a prefeita internauta que, se ela pesquisar na internet, vai descobrir que o Brasil é um dos lideres mundiais em cobrança de impostos, ao contrário do que ela descarrega nas redes sociais, dizendo que o povo brasileiro não gosta de pagar impostos. “Ah, se ela soubesse” que a fortuna de políticos ladrões é resultado da roubalheira de dinheiro público que vem do pagamento de impostos…

       Falando em impostos, quero também lembrar ao casal de prefeitos, Vianey e Roberth Bringel, que o dinheiro da educação é para ser usado com a educação. Por falar nisso, e a secretaria de educação Maria do Carmo, o que anda fazendo???  Faço essa indagação porque estamos recebendo muitas reclamações.

ESCOLA MARIA MARTINS BRINGEL

       Nas últimas duas semanas recebemos denúncias de várias escolas, partindo de professores, alunos e pais de alunos. Hoje vamos começar pela escola Maria Martins Bringel, que está num total abandono. Alunos sentados em cadeiras quebradas, em tijolos e até no chão, seguido de infraestrutura em péssimas condições. As fotos mostram a realidade, faça você sua própria leitura.

Agora vamos aguardar a prefeita dizer que não tem dinheiro para a educação. Seria muita falta de respeito do casal Bringel afirmar que não tem dinheiro para  educação, afinal eles tem um sobrinho deputado federal e todos são aliados de Temer. Inclusive, defendem a permanência do presidente mais impopular da história do Brasil. Também são aliados do governador e de muitos deputados estaduais, mas parece que, mesmo assim, nada acontece. Veja mais fotos da escola Maria Martins Bringel.

Escola Maria Martins Bringel

Estado de abandono da Escola Maria Martins Bringel

Estudante de Santa Inês se dedica aos estudos

 

Tanilson estudando

       Ex-aluno do IFMA de  Santa Inês,  Francisco Tanilson da Silva, aprovado em vários Enem e Vestibulares, está se preparando a todo vapor para mais um ENEM. Em todas as vezes que foi aprovado, o jovem estudante não teve condições de sair da cidade de Santa Inês/MA para realizar o sonho de cursar uma universidade.

     Este ano Tanilson acredita que, por mais uma vez, vai ser aprovado, dessa vez para o curso de Direito, na UFMA, sonho que alimenta desde os tempos de garoto. Para atingir seu objetivo, Tanilson se dedica quase que em tempo integral aos estudos, até mesmo no Dia de Finados. Em plena uma visita a um ente querido, no cemitério, lá está o rapaz com sua mochila nas costas e com seus grandes amores – OS LIVROS.

        Tanilson mostra para os jovens que o mundo das drogas e criminalidades é uma opção e não um caminho obrigatoriamente a ser seguido. Mesmo com todas as dificuldades, ele trabalha, faz trabalhos voluntários, ajuda a família e encontra tempo para se dedicar ao próprio futuro, estudando e estudando. Tanilson concorre a um concurso de fotografias que vai revelar a realidade de estudantes que não param de estudar em busca do sonho de passar no ENEM. Vamos ajudar Tanilson nessa corrente do Bem, para votar nessa foto de Tanilson acesse o link:

http://woobox.com/kxmhq9/gallery/XKZ8Rdoneqo

 

 

Temer é “quase” dono do Maranhão

      Mais uma vergonha para o nosso velho e maltratado Estado do  Maranhão. A esmagadora maioria dos deputados maranhenses votou a favor de Temer. Um fato intrigante é que em nosso Estado a decisão de votar para defender Temer não tem uma posição politica coerente ou uma lógica racional.

       Nossos deputados federais, aqueles que colocaram uma pá de cal nas investigações, apresentam alianças bem distintas e estranhas. Tem gente umbilicalmente ligada ao governador Flávio Dino que votou em nome do amor a Temer; têm deputados de legendas,  historicamente inimigas, votando a favor de Temer e jurando amor a Flavio Dino. Acreditando que os acordos em Brasilia os levarão à vitoria nas próximas eleições, deputados maranhenses disseram sim à corrupção.

        Um exemplo é o deputado Juscelino Filho, sobrinho do casal Bringel, que votou a favor de Temer. Meio que envergonhado, ele não quis demorar em seu voto, e, quase que sem mostrar a cara, ele disse Sim a favor de Temer e seus supostos crimes. Por outro lado, em bom tom, disse um NÃO ao povo do Maranhão.

       Para a população de Santa Inês, fica a dica: Juscelino Filho, deputado federal que não tem nenhum vinculo com a nossa cidade, foi o mais bem votado em Santa Inês e espera que seja novamente o mais bem votado, pois o casal Bringel aposta na velha máxima do poder econômico para comprar votos e fazer acordos maquiavélicos em período eleitoral, além da velha e conhecida politica do “pão e circo”, seguida de subempregos e rações que esperam garantir mais uma eleição ao sobrinho aliado de Temer.

       A deputada federal Luana Costa também teve que se explicar. Apesar de anunciar voto contra Temer, a deputada não apareceu para votar; explicou que por questões de saúde de sua mãe não pôde comparecer à sessão da vergonha nacional, onde o mau venceu o bem.

#Quem tem medo cala, quem cala consente. 

Santa Inês volta a ser sinônimo de Violência e Criminalidade

       Enquanto a prefeita Vianey “Viajando” Bringel segue recebendo suas diárias – o que é de direito, mas imoral, pois em meio a justificativa de crise, que não tem dinheiro para desenvolver a cidade, o pouco que tem banca viagens -, a cidade de Santa Inês enfrenta um momento difícil. Portanto, o assunto hoje é grave. Infelizmente a cidade de Santa Inês volta a ser vista como uma cidade extremamente violenta.

       Santa Inês voltou a ser aquela velha cidade, na qual a violência era sua marca nacional. Basta lembrar como a cidade foi conhecida há algumas décadas: “quer um pistoleiro? ligue 851 e acrescente qualquer numero”. Assim era nossa fama. Pois bem, se hoje aparecer um anuncio “ligue 3653 e acrescente qualquer número” você pode localizar tanto o matador quanto a vitima, pois estamos numa situação em que o matador até avisa antes de cometer o crime. 

       A violência urbana e gratuita tem acabado com vidas e destruído famílias em Santa Inês. A gestora municipal, diga-se de passagem é aliada de primeira ordem do governador Flávio Dino, não tem feito nada, absolutamente nada, para conter a escalada da violência em nossa cidade. A população já está se acostumando a viver na expectativa de vários assassinatos por semana; geralmente a matança não tem dia nem hora, e o mais incrível, não tem um seguimento especifico, mata-se e morre-se por nada ou por muito pouco, apenas pela facilidade de praticar o delito e pela ausência do estado.

       E assim segue o caminho da violência e da negligência, a prefeita viajando e o povo matando ou morrendo. Parece até rima pobre em proza e verso, mas é a mais pura verdade. A gestão da esposa do “trator de obras” não sai do negativo, é descaso em todas as áreas. A prefeita desconhece o que é necessidade extrema, aliás, acredito que ela não sabe o que é depender de políticas públicas para nada.

       Quando o assunto é violência, o casal Bringel anda desprovido de proteção??? Claro que não! Logo, eles não sabem como resolver ou sequer buscam solucionar o problema de segurança pública. A atual gestão chegou ao final do primeiro ano e não apresenta nada de positivo, nenhuma semente foi plantada. Na segurança pública seguimos contando os números de mortes, assaltos, agressões, furtos e roubos, pois contar com melhorias, por parte da gestão municipal, já sabemos que não podemos. Ou você acredita que sejam capazes de fazer algo por nossa segurança??? 

       Relembrar não faz mal a ninguém e lembranças boas nos trazem a capacidade de quem trabalha de verdade. Vamos recordar que o ex prefeito Valdevino Cabral Filho tirou a cidade de Santa Inês das paginas policiais do Brasil e implantou um regime de paz e amizade, por 12 anos de gestão Cabral, somados a 4 anos da gestão Alexandre Dames. A cidade reinou sob a paz e harmonia. De lá pra cá a segurança pública de Santa Inês foi corroída por ratos de porões, que trouxeram nossa cidade novamente a esse patamar de violência e insegurança.

Confusão entre público, privado e familiar: o saque continua

Parece brincadeira, mas é a triste realidade do Brasil atual.

   Nos últimos anos notadamente o Brasil avançou no quesito transparência, controle e fiscalização da gestão pública. Avançamos? Sim, mas é fato que ainda temos muito o que fazer. Parece que aprendemos a descobrir os maus feitos que antes ficavam em segredo nos quartos das elites corruptas e familiares.

       Junto com o acesso à informação veio a invasão à privacidade do gestor público e de sua família (a parte entranhada na administração pública). Ora, é mais que justo, pois se trata do dinheiro público que eles administram. A bem da verdade, tanto o gestor público quanto a comunidade devem separar a vida privada da vida pública, bem como separar a transparência pública do direito à intimidade familiar.

       O Maranhão é um caso bem notório. Por décadas presenciamos uma oposição covarde agredir famílias de políticos que estavam no poder, porém, uma vez chegando ao poder, o discurso muda e a janela que agora é de vidro não aceita ser apedrejada.

       Aqui não me refiro a defender ninguém, seja politico ou eleitor. O que podemos observar é que avançamos pouco e recuamos muito (um passo a frente e dez atrás) em nossas conquistas político-sociais. Eles voltaram ao poder ou mesmo nunca abandonaram o poder; conseguimos saber onde e como se desvia recursos públicos, mas pouco podemos fazer para punir e parar com essa roubalheira que assola o “Brasil democrático e republicano”.

       Por vezes paramos para pensar se não estamos sendo levianos quando falamos algo do marido, esposa, filho, sobrinho ou outro parente do gestor que elegemos, mas logo vem uma pergunta que não podemos deixar de fazer: se elegemos fulano, porque ele coloca familiares, como marido e esposa para governar o dinheiro público? Parece que o governante está dizendo à população que vai roubar em família e assim nosso direito coletivo perde espaço para o pessoal, ou seja, para o roubo familiar.

       Conhecemos o caminho da  justiça, a lei proíbe e é clara, mas os gestores mal intencionados sempre encontram uma estratégia para burlar as regras e fugir do nepotismo. A onda criminosa da vez é usar o parente ladrão como assessor, orientador ou auxiliar não remunerado.

       Pela lei fica impossível o agente público invocar sua privacidade, pois seus atos devem ser regidos pelos princípios da legalidade, moralidade, impessoalidade, eficiência e publicidade ( art 37 da CF ). Há justa causa quando os atos tem relação com a administração pública. Nos faça lembrar ainda que uma vez o agente público colocando familiares para arquitetarem planos de desvio de recursos públicos, é louvável que a comunidade tenha acesso irrestrito às informações que obviamente acabaram por entrar no seio da família, uma vez que esta age como uma quadrilha e não mais como um lar familiar.

 

Feliz dia aos professores!

       Hoje é o Dia dos Professores! Para muitos é o dia dos heróis ou até mesmo dos super heróis. A busca do elo perdido entre a teoria e a prática  nunca chega ao fim, pois  a cada 15 de outubro se repetem as mesmas exaltações em ralação à profissão de professor. Passada esta data, o professor volta a ser perseguido, maltratado, mal pago, trabalhar em condições desumanas e desvalorizado.

       Mas neste 15 de outubro prefiro me referir aos professores como o que temos de melhor na sociedade e no mercado de trabalho. Na sociedade por acumular uma função humana e solidária, desprovida de troca de favores ou de benefícios; o professor mantém uma condição necessária na ligação entre família e o ser social, pois é ele que educa, reeduca ou lapida o ser gente para o convívio social. No mercado de trabalho porque o professor, sendo bem remunerado ou não, nunca forja uma produção a mais, não “opera milagre” para aumentar seu salário ao final do mês; o professor é honesto por natureza, na sua função de professor, mesmo sabendo que recebe salário indigno com sua necessidade, mantem-se firme na proliferação de valores humanitários, sociais, religiosos, morais, de caráter e de família. Talvez seja daqui que vem essa fama de serem Super no que se propuseram a fazer.

       PARABÉNS AOS PROFESSORES! Não posso deixar de fazer uma dedicação especial aos seguintes professores: ESCOLA  NEUSA BASTOS, UEMA, GEOGRAFIA, UFMA, ODONTOLOGIA,  UNR, UESPI, FESPSP, FAESF, FLORENCE, CEUMA, DIREITO, ESCOLA PADRE CHAGAS, ESCOLA FERNANDO PERDIGÃO, ESCOLA DEYSE GALVÃO, ESCOLA PRESIDENTE JOSÉ SARNEY, CEGEL, ESCOLA COMERCIAL, ANGLOVEST, ALEXANDRE COSTA E, EM ESPECIAL, A ESCOLA INÊS GALVAO, QUE FEZ MINHA BASE ACADÊMICA DE FORMAÇÃO PESSOAL, HUMANA E CIENTIFICA.

Santa Inês: agressão ao meio ambiente e ataque à educação

Secretário Sirino Rodrigues (fonte: UOL)

A cada dia ficam mais evidentes as estratégias de propaganda que envolveram a campanha eleitoral de Vianey Bringel para chegar à Prefeitura de Santa Inês. É com muita tristeza que vejo o ex-candidato a prefeito Sirino Rodrigues ocupar o cargo de secretário de Meio Ambiente, pois não fica evidente qual o papel dele à frente da pasta. Não é possível que ele acredite que fazer doação de mudas de plantas na semana do meio ambiente seja fazer gestão ambiental.

Todos lembram que em meio ao período das convenções eleitorais ele se pronunciou publicamente dizendo que abriria mão de sua candidatura a prefeito para apoiar, de forma “voluntária”,  a candidatura de Vianey Bringel. Hoje está claro que o apoio não foi tão desinteressado como ele disse, pois estranhamente ele está secretário de Meio Ambiente. Não podemos afirmar quais as verdadeiras intenções de Sirino Rodrigues, mas uma certeza já temos: se ele não tem capacidade para comandar apenas uma única secretaria, imagine se ele tivesse sido eleito prefeito?

Como secretário de Meio Ambiente, Sirino Rodrigues poderia ter um olhar mais atento para a imensa quantidade de pequenos lixões que se acumulam em nossa cidade, bem como esgotos a céu aberto, poluição (sonora, visual e atmosférica), incontáveis queimadas em áreas urbanas e rurais, agressões a mananciais, riachos e igarapés, mata ciliar, exploração e degradação do homem pelo homem e do homem com a natureza, entre outros que fazem parte do pacote de gestão ambiental.

Se não bastasse a falta de capacidade de gestão ambiental, a Secretaria de Meio Ambiente faz aliança direta com o gabinete da prefeita Vianey Bringel na agressão ambiental e ao ataque à educação no nosso município. Na quarta-feira, às 10h30, o site www.cleoneraraujo.com.br flagrou uma caçamba branca, carregada de lixo, seguir para o antigo lixão atrás do IFMA (Instituto Federal do Maranhão), conforme fotos. Na quinta-feira, às 7h30, uma caçamba (também de cor branca) já estava deixando o local após descarregar mais lixo.

Caçamba chega, dia 04/10/17, às 10h30, carregada de LIXO. Foto: Cleoner Araújo.

foto: Cleoner Araújo

Caçamba saindo do lixão às 7h30 do dia 05/10/17. Foto: Cleoner Araújo

IFMA: principal vítima do lixão urbano de Santa Inês.
Foto: Cleoner Araujo

É comum no IFMA deixar de ter aula por causa da fumaça resultada das queimadas no lixão, assim como o mau cheiro também é responsável por prejuízos nas aulas do Instituto. É um absurdo, em pleno século XXI, uma cidade do porte de Santa Inês permitir um lixão em área urbana, agredindo solo, vegetação, lençol freático, igarapés, população residente e um severo ataque à educação.

…. Quem tem medo se cala, Quem cala consente…. #CleonerAraujo